Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

Os laços de família

É na família que se encontram os maiores desafios evolutivos.

Podemos mudar de escola, de trabalho, de cidade, mas estaremos sempre ligados à mesma família.

A vida em suas idas e vindas, suas reviravoltas, sempre faz com que mesmo as mais dispersas famílias voltem a ficarem próximas, sempre que necessário.

E é justamente aí, principalmente dentro do lar, que precisamos trabalhar as nossas virtudes.

É muito fácil ser bom e caridoso na rua, com estranhos, pois estamos apenas vendo o seu melhor lado.

Mas dentro do lar, precisamos conviver com o lado bom e o lado ruim das pessoas. Aí então percebemos o tamanho do desafio que teremos pela frente.

Tratar bem quem nos trata bem, isso até os Fariseus faziam. Mas tratar bem quem nos trata mal, eis o desafio.

Se queremos de fato sermos pessoas melhores e nos desenvolvermos como espíritos, torna-se imprescindível aprender a pagar o mal com o bem. Dar a outra face.

Muitas pessoas preocupam-se em saber se possuem um "resgate" com fulano …

Você já amou hoje?

Momento de reflexão:


Quantas vezes você elogiou alguém hoje?

Quantas vezes você disse "obrigado"?

Quantos sorrisos você deu?

Quantos abraços?

Para quantas pessoas você disse que elas são importantes na sua vida?

Quantas pessoas você perdoou hoje?

Quantas vezes você teve empatia pelo próximo?

Quantas vezes você de bom grado ofereceu ajuda a alguém?

Você falou com os seus pais/filhos hoje? E disse que lhes ama?

Quantas vezes você fez um esforço para não ficar bravo com alguém?


Certamente que cada um desses atos sozinhos não constituem de amor. Mas quando conseguimos incorporá-los em nosso dia-a-dia, mais próximos chegamos do objetivo de amar ao próximo.

Não tenha dúvidas, existe amor no seu coração. Mas você precisa se permitir amar. Se você trancar o seu coração dentro de um cofre, torna-se impossível espalhar esse amor.

Permita-se. Liberte esse coração cheio de amor, para que ele possa irradiar esse calor, aquecendo todos os corações sofridos, tristes e endurecidos.

E eu ten…