Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

Sobre as adversidades

"Deus, em sua infinita misericórdia, não nos dá um fardo maior do que podemos carregar. As adversidades são os desafios que nos fortalecem e trazem o aprendizado necessário para nossa evolução.

Só são testados aqueles que estão progredindo no caminho da senda do Pai. Não importa quão forte a vida nos bate, mas sim quão rápido nos levantamos e mostramos nossa fé e nossa determinação. E não esqueçamos da lição do Mestre: pagar o mal com o bem. Ele, pregado em uma cruz, pediu perdão para aqueles criminosos que estavam ao seu lado. 

Paciência, nossas escolhas podem trazer provas mais ou menos difíceis. Mas quanto maior a prova, maior será a glória daquele que a venceu perante o pai. Força, coragem e fé."

Essa é uma mensagem de um amigo anônimo.

Não desmotives com as injúrias - Fortaleça-te!

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto." Ruy Barbosa

Essa frase do intelectual baiano Ruy Barbosa por muitos anos foi minha frase preferida. Sentia-me injustiçado nesse mundo onde só os maus têm vez, onde só os que se provalecem sobre os fracos é que obtém o sucesso.

Por muitas vezes questionei-me porque os opressores tudo podiam, e os corretos quase sempre saíam em desvantagem.

Mas graças à Deus que a Doutrina Espírita entrou em minha vida trazendo o esclarecimento!

Este tipo de pensamento, expresso na frase de Ruy Barbosa, está correto se considerarmos a vida como única e sem continuidade. Entretanto, quando tomamos conhecimento da reencarnação, e da lei de causa e efeito, vemos que esta frase perde o sentido. Vamos à duas citações do Evangelho:

"Jesus entrou em…

A mochila, a escada e a elevação

Em nossas vidas, tudo que fazemos, tudo que aprendemos, tudo que guardamos em nós, vai tornando-se uma "mochila". No decorrer da vida, vamos juntando muitos itens nessa mochila, acumulando uma bagagem cada vez maior.

Só que durante nossas vidas, nos deparamos com uma "escada". Essa escada nos permite elevarmo-nos, transcender nossa atual situação.

Se por vezes preferimos ficar estacionários, dentro de nossa zona de conforto, em outros momentos estamos determinados a mudar nossas vidas, a arriscar subir essa escada rumo ao novo, buscando ares mais elevados.

Entretanto, nossas pernas não tem força suficiente para subir essa longa escada com uma mochila pesada nas costas. É necessário parar, colocar a mochila no chão, e começar a tirar dela tudo o que é pesado, deixando somente o que é leve e estritamente necessário.

Começemos tirando as coisas mais pesadas: o egoísmo, o orgulho, a maledicência, o pessimismo, o ódio, os vícios, as mágoas...

Em seguida, tirando as ment…

O médico em nós mesmos

"A ação imunológica, que nos defende dos agressores, é a mesma que nos pode curar. Assim temos em nós um médico atencioso e competente instalado no próprio perispírito.

Quem se liberta dos erros de ontem, fazendo no presente o bem;
Quem se aceita tal qual é, procurando humildemente crescer;
Quem crê em Deus, confiando em Sua misericórdia;
Quem não julga os outros, evitando inscrever-se na jurisprudência do rigor e da intolerância;
Quem respeita o próximo e acredita em si mesmo;
Quem sofre, resignado, inventando alegrias;
Quem pensa o bem e o faz, incondicionalmente;
Quem, enfim, traz consigo a consciência tranquila já dispensa o auxílio dos médicos, porque já consegue ser o médico de si mesmo, na bênção do amor que redime, por cobrir a multidão de nossos pecados."
Trecho do polígrafo "O Espírito e Seus Veículos de Manifestação".

Então meus irmãos, Deus nosso Pai misericordioso, como podemos ver, nos coloca todas as oportunidades para a cura de nossos males no corpo físico …

Perda de Entes Queridos

Esta frase nos é muito conhecida. Não há quem deixe de experimentar na vida terrestre esta situação de afastamento dos entes queridos pela passagem da morte.

Seja o afastamento de pais, irmãos, amigos, parentes mais próximos ou mesmo daqueles a quem muito se ama, não estamos preparados para enfrentar a morte física.

A nossa cultura e as religiões em geral não incluem um aprendizado que nos fortaleça o coração e a alma na hora em que estamos mais fragilizados pela dor da ausência, pela surpresa dos momentos que antecedem a separação.

Porém aqueles que estudam a Doutrina Espírita e a mantém como alicerce de suas vidas comprovam a ajuda silenciosa e alentadora nesses momentos.

Ter a fé como base, e saber que a matéria é algo apenas transitório, que a alma existe após a morte física, e que o corpo nos é apenas a vestimenta para instrumento do espírito, ajuda nos momentos mais tristonhos e sofridos da separação.

A dor é inevitável nos corações que muito se amam, mas a compreensão e a crença num…

Saudades

Muitas vezes estamos tão longe fisicamente, mas olhamos dentro do coração e sentimos todo o AMOR que temos por nossos irmãos de JORNADA. Talvez sejam momentos de SAUDADES e com isso podemos celebrar todos os ensinamentos de nosso AMADO MESTRE JESUS CRISTO. O que mais me emociona é o AMOR PLENO de suas palavras.
Sabemos o quanto temos para aprender, mas a alma é eterna e isto nos ensinara a paciência, a humildade, a perseverança, o desapego, a CARIDADE e todas as demais virtudes que irão ILUMINAR nossos corações.
Hoje estou com SAUDADES de muitos irmãos e o que meu coração quer dizer para vocês é:

OS AMO COM TODA A FORÇA DO MEU CORAÇÃO E SÓ POSSO AGRADECER AO NOSSO PAI, A JESUS IRMÃO AMADO E AOS QUERIDOS E AMADOS MENTORES, POR ESTE PRESENTE QUE É A LUZ DO AMOR,
O FAROL DAS EXISTÊNCIAS.

Anjos

Minha mãe comentou que uma ocasião, numa mesa de desobsessão, havia um anjo protegendo o trabalho, que suas asas eram enormes e ele era lindo!

Comentei que se ela o viu foi pq ele assim o permitiu, e que ele se mostrou como ela imagina ser os anjos, para assim, poder identifica-lo.

Um outro exemplo seria quando, anos atrás, ela havia sonhado com Jesus. Ela o descreveu como sendo loiro, cabelos longos, barba e olhos azuis.
E Ele se mostrou a ela assim, para que ela pudesse saber quem Ele era. Se Ele tivesse vindo com outra forma física, ela não o teria identificado.

Na verdade Jesus parecia com os judeus da época. E com certeza a barba dele não era tão bem aparada como nas pinturas, pois na época acho que nem existia tesoura direito!

Que importa se Jesus era loiro ou negro? E se o Buda era gordo ou magro? E se os anjos tem asas ou se andam de moto?

Isso tudo é a forma.

Mas pessoas se prendem ao FENÔMENO, e não à DOUTRINA!!!!

Agora, perguntar como se vivencia a caridade e a misericórdi…

A culpa e a responsabilidade pelos nossos atos

Já muitas vezes ouvimos dizer que "a consciência é o nosso juiz implacável", porque dela nada podemos esconder, nada fica oculto. Não podemos ludibriar a nós mesmos. Mesmo quando tentamos não ver as coisas como elas são, lá no fundo da nossa alma, sabemos que estamos apenas nos enganando.

A consciência, é a nossa memória espiritual. Quando estamos encarnados, é o nosso acesso único aos aprendizados anteriores, dos quais nos servimos para não repetir os mesmos erros, mas sim, repetir os acertos anteriores.

Quando vamos fazer uma coisa errada, nossa consciência nos tortura, nos deixa com aquela sensação de "peso", mesmo que não tenhamos colocado o nosso plano em prática. É o aviso sutil desta memória que nos serve de guia nos momentos de decisão.

E depois de já termos feito errado, vem o sentimento de culpa.

A culpa é um reflexo muito comum, quando cometemos erros. Entretanto, a culpa não é saudável, pois provoca uma série de desequilíbrios. Torna-se dolorosa, e entã…

Ser feliz!

O ser humano é tão insatisfeito, que a todo custo, busca nos menores motivos, razões para ficar triste e deprimido.

Varre a memória em busca de arrependimentos. Revira o presente procurando martírios. Projeta o futuro cheio de desastres.

Porque não procuramos os motivos para a felicidade com a mesma determinação? Há tantas razões para ser feliz!

Deus, em sua infinita misericórdia, nos presenteou com corpos perfeitos, uns um pouco mais "castigados", outros mais "conservados" (sempre em decorrência de nossas ações pretérias), mas na maioria, perfeitos.

E a faculdade da inteligência? Quantas maravilhas o ser humano pôde construir usando de sua inteligência? Os prédios, os veículos, a tecnologia, a cura para as doenças do corpo, e a cada dia novos meios para uma vida mais fácil e confortável.

Que dirá então deste nosso planeta? Repleto das mais variadas paisagens: selvas, planícies, desertos, praias, cachoeiras, montanhas... Comportando uma infinidade de variedades de …

O Poder da Fé

Todos os dias, ao meio- dia, um pobre velho entrava naquela igreja, e poucos minutos depois saía. Um dia, alguém lhe perguntou o que fazia.— "Venho orar", respondeu o velho.— "Mas é estranho”, "que você consiga orar tão depressa".— " Bem... retrucou o velho, "eu não sei recitar aquelas orações compridas. Mas todo dia, ao meio dia, eu entro na igreja e só falo: —"Oi, Jesus sou eu, o Zé, vim te visitar". Num minuto, já estou de saída. É só uma oraçãozinha, mas tenho certeza que ele me ouve."
Alguns dias depois, o Zé sofreu um acidente e foi internado num hospital e, na enfermaria, passou a exercer uma influência sobre todos. Os doentes mais tristes se tornaram alegres, muitas risadas passaram a ser ouvidas.— "Zé ... (disse-lhe um dia um enfermeiro)... os outros doentes dizem que você está sempre tão alegre...”— " É verdade, estou sempre muito alegre. - É por causa da visita que recebo todos os dias. Me faz muito feliz!..."…

Por quê sofremos? - Suportar as provas com resignação

"[...]De duas espécies são as vicissitudes da vida, ou, se o preferirem, promanam de duas fontes bem diferentes, que importa distinguir. Umas têm sua causa na vida presente; outras, fora desta vida.

Remontando-se à origem dos males terrestres, reconhecer-se-á que muitos são conseqüência natural do caráter e do proceder dos que os suportam.

Quantos homens caem por sua própria culpa! Quantos são vítimas de sua imprevidência, de seu orgulho e de sua ambição!

Quantos se arruinam por falta de ordem, de perseverança, pelo mau proceder, ou por não terem sabido limitar seus desejos!

Quantas uniões desgraçadas, porque resultaram de um cálculo de interesse ou de vaidade e nas quais o coração não tomou parte alguma!

Quantas dissensões e funestas disputas se teriam evitado com um pouco de moderação e menos suscetibilidade!

Quantas doenças e enfermidades decorrem da intemperança e dos excessos de todo gênero!

Quantos pais são infelizes com seus filhos, porque não lhes combateram desde o prin…

Usemos bem nosso tempo

Gostaria de dividir estas palavras com vocês. Este trecho é parte integrante de uma mensagem enviada por um irmão muito amado.

"Como podem as pessoas caírem diariamente nos mesmos erros?
Não tirar experiência e proveito das situações?
Como podem fechar os olhos para o trabalho com o próximo, aprimoramento do espírito?
Como existem espíritas de casas espíritas! Milhares!
Trabalhadores da última hora, acordai!
Estão esperando o quê? Que o céu se abra e que Jesus desça?
E ouso dizer que mesmo assim, ainda haverão os que não crerão e fecharão seus olhos e ouvidos!
O que esperam? Qual o objetivos de suas vidas?
Passar uma existência somente existindo?
Acordai, oh! Espíritas!
Chegará o momento em que não haverá mais oportunidades!
O momento é agora!
Corrigir suas falhas morais é o objetivo hoje!
Não protelem mais o que tem que ser feito!
Nunca se sabe o dia da partida!
Acordem!"

Aproveitando as palavras do irmão, nunca sabemos o dia da partida. Temos essa oportunidade chamada reencarnação, que nos…

O amor em nosso dia-a-dia

Hoje, em uma conversa edificante e muito emocionante com um irmão (que já convidei para participar do blog), aprendi muito sobre o amor, e desejo compartilhar aqui no blog.

Quando fala-se em Deus, logo falamos no amor divino, o amor incondicional. Deus é infinitamente amor e nos fez à sua imagem e semelhança.

Mas será que estamos nos assemelhando a esse pai amoroso?

Diariamente, deixamos nos levar pelas preocupações com as aparências e represamos este sentimento tão nobre, que é a causa primária de todas as coisas, e que a tudo une. Sustenta o universo e nos dá a vida.

Também trazemos certos traumas, certas feridas emocionais, e tentamos a todo custo criar uma "armadura" em torno de nós, separando nosso mundo interior, nossas emoções e sentimentos, do mundo exterior, do relacionamento com nossos irmãos.

Mas como poderemos colocar em prática os ensinamentos cristãos trazendo essa armadura, essa defesa contra os nossos irmãos? Como praticaremos a caridade sem acolhermos aos ou…

O valor de cada pessoa em nossa vida

Todas as pessoas possuem em si virtudes, talentos, aptidões. Entretanto, a esmagadora maioria têm um vazio existencial, pois se sentem solitárias e não reconhecidas.

Muitas vezes, não damos valor às pessoas que estão ao nosso redor.
Assim como uma criança, que vê no ato de brincar a coisa mais importante de sua vida, e nós normalmente não damos importância a isso, fazendo pouco caso daquilo que tanto representa para ela. Quantas vezes participamos da brincadeira? Quantas vezes dissemos "hoje não"?

Assim somos diariamente em nossas vidas, com nossos pais, filhos, esposas, colegas, vizinhos, etc, encerrando-nos em nossos próprios interesses e desprezando as oportunidades que temos de fazer os outros felizes.
Até quando vamos dizer "hoje não", "agora não posso"?

Quantos anos passaremos trancados em nosso próprio mundinho?
Como queremos representar algo na vida das pessoas que nos cercam, se não fazemos questão de participar da vida das mesmas?

Se dedicássemo…