Últimos Posts:

Últimos posts

quinta-feira, 22 de março de 2012

Não desmotives com as injúrias - Fortaleça-te!

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto." Ruy Barbosa

Essa frase do intelectual baiano Ruy Barbosa por muitos anos foi minha frase preferida. Sentia-me injustiçado nesse mundo onde só os maus têm vez, onde só os que se provalecem sobre os fracos é que obtém o sucesso.

Por muitas vezes questionei-me porque os opressores tudo podiam, e os corretos quase sempre saíam em desvantagem.

Mas graças à Deus que a Doutrina Espírita entrou em minha vida trazendo o esclarecimento!

Este tipo de pensamento, expresso na frase de Ruy Barbosa, está correto se considerarmos a vida como única e sem continuidade. Entretanto, quando tomamos conhecimento da reencarnação, e da lei de causa e efeito, vemos que esta frase perde o sentido. Vamos à duas citações do Evangelho:

"Jesus entrou em dia de sábado na casa de um dos principais fariseus para aí fazer a sua refeição. Os que lá estavam o observaram.
Então, notando que os convidados escolhiam os primeiros lugares, propôs-lhes uma parábola, dizendo: “Quando fordes convidados para bodas, não tomeis o primeiro lugar, para que não suceda que, havendo entre os convidados uma pessoa mais considerada do que vós, aquele que vos haja convidado venha a dizer-vos: dai o vosso lugar a este, e vos vejais constrangidos a ocupar, cheios de vergonha, o último lugar.
Quando fordes convidados, ide colocar-vos no último lugar, a fim de que, quando aquele que vos convidou chegar, vos diga: meu amigo, venha mais para cima. Isso então será para vós um motivode glória, diante de todos os que estiverem convosco à mesa; - porquanto todo aquele que se eleva será rebaixado e todo aquele que se abaixa será elevado." (S. LUCAS, cap. XIV, vv. 1 e 7 a 11.)"
Evangelho Segundo o Espiritismo, Capítulo VII, item 5.

"Tomai cuidado para não fazer vossas boas obras serem vistas diante dos homens; de outro modo, não recebereis recompensa alguma de vosso Pai que está nos Céus. Quando derdes esmola, não façais soar a trombeta diante de vós, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem honrados pelos homens.
Eu vos digo, em verdade, que já receberam sua recompensa. Mas, quando derdes uma esmola, que vossa mão esquerda não saiba o que faz a vossa mão direita, a fim de que a esmola fique em segredo. E vosso Pai, que vê o que se passa em segredo, vos dará a recompensa. (Mateus, 6:1 a 4)"
Evangelho Segundo o Espiritismo, Capítulo XIII, item 1.

A reencarnação é a prova da justiça divina, que nos dá sempre novas tentativas para acertarmos, para corrigirmos nossos erros. Entretanto, somente com muito trabalho no nosso melhoramento interior e na prática do bem é que conseguiremos quitar o mal causado por nossos erros pretéritos.

Sendo assim, o objetivo verdadeiro do espírito reencarnante é melhorar-se intelectualmente e principalmente, moralmente, e fazer todo o bem que possa. Dessa forma, progride em sua jornada espiritual, e por consequência, torna-se mais feliz.

Mas, infelizmente, esquecemos desse propósito, e mesmo com tantas religiões no mundo a nos lembrar dos compromissos da vida correta, ignoramos e nos esforçamos para sermos grandes na vida terreste.

Aí então, passamos a nos dedicar somente às conquistas materiais: riqueza, beleza, títulos, nobreza, tudo que possamos ostentar e que faça com que sejamos materialmente "poderosos". Deixamos de lado as conquistas do espírito. Não nos preocupamos com "a vida além da vida", valorizando apenas aquilo que é material e que traz sucesso no mundo terrestre.

Não é a toa que Jesus vem nos dizer que "todo aquele que se eleva, será rebaixado". Extendendo a frase: todo aquele que se eleva diante dos homens, se rebaixa diante de Deus, e todo aquele que se rebaixa diante dos homens, se eleva perante Deus. O orgulho, a ostentação, a vaidade, a presunção, rebaixam o homem diante de Deus. Enquanto que a humildade, o perdão, a benevolência, a indulgência, virtudes consideradas pelos materialistas como "fraqueza", elevam o homem perante Deus.

Mas esses, que recebem as glórias na Terra, não as receberão nos céus. Sobre esses, parafraseando o mestre, "eu vos digo, em verdade, que já receberam sua recompensa"

Não nos indiguinemos com as injúrias e com a opressão. Tenhamos fé no Pai e façamos a nossa parte. Pois todos colheremos amanhã as sementes que plantamos hoje. E estes irmãos, ainda ignorantes e cegos pelo materialismo, têm ainda muito a aprender sobre a vida e a além vida.

"Nunca retribuas maldade com vingança ou desforço.
O homem mau se encontra doente e ainda não sabe.
Dâ-lhe o remédio que minorará o seu aturdimento, não usando para com ele dos recursos infelizes de que ele se utiliza para
contigo.
Se alguém te ofende, o problema é dele.
Quando és tu quem ofende, a questão muda de configuração e o problema passa a ser teu.
O ofensor é sempre o mais infeliz.
Conscientiza-te disso e segue tranquilo."
Joanna de Ângelis, no livro Vida Feliz, psicografado por Divaldo Franco

Oremos por estes irmãos, citados como doentes por Joanna de Ângelis, pedindo a Deus que dê a eles a oportunidade de aprenderem e se esclarecerem.

E que nosso Pai Amado nos ajude a aumentarmos nossa humildade, para que sempre tenhamos o perdão como escudo para as ofensas, e o amor como resposta às injúrias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário acerca do post acima.