Postagens

Mostrando postagens de 2017

Assuma o controle da sua vida

Muitos de nós encontram-se perdidos, sem saber que rumo tomar.

Esperamos encontrar a nossa salvação em algum lugar, porém não sabemos onde procurar.

Alguns então procuram no dinheiro e nas coisas materiais, mas acabam não encontrando.

Outros procuram nas religiões e acham que encontraram.

Porém é fácil equivocar-se e pensar que basta ser membro da religião X ou Y que todos os problemas estarão resolvidos. Os céus se abrirão e os anjos virão em nosso auxílio.

Mas assumir essa postura passiva, é o mesmo que estar em um barco e sem remar, esperar que o barco chegue ao destino desejado.

Jesus foi enfático ao dizer que "Nem todo aquele que diz 'Senhor! Senhor!' entrará no reino dos céus, mas todo aquele que faz a vontade do meu Pai que está nos céus".

Isso significa que é necessário assumirmos o controle de nossas vidas.

Não basta entrar para uma religião X ou Y somente por entrar. Sem buscar o caminho do aprendizado e da mudança interior. Fazer parte deste ou daquele gru…

As várias formas de apego

O apego é um dos maiores entraves à nossa evolução.

Ele atua como uma âncora, nos impedindo de seguir em frente, por mais que tentemos.

O apego mais comum é aquele dedicado ao materialismo, aos bens terrenos e às paixões terrenas. Esse tipo de apego nos afasta do nosso desenvolvimento espiritual, nos mantendo muito presos à vida terrena.

Para que possamos evoluir, é necessário que nos lapidemos através do desenvolvimento de nossas virtudes e da eliminação de nossos defeitos. Como faremos isso se estivermos pregados ao mundo material?

Como iremos eliminar nossos vícios se o nosso apego por eles é mais forte que a vontade de vencê-los? Como iremos cuidar de nosso espírito se nosso apego aos bens terrenos é mais forte que o desejo de trabalharmos nossas virtudes?

É impossível subir a escadaria da evolução com uma mochila cheia de pedras. É preciso que nos livremos dessas pedras para que a escalada se torne viável.

Também existe o apego às pessoas. Neste caso não só fazemos mal a nós mesm…

Fora da caridade não há salvação - A cada um segundo suas obras

"[...] A máxima: Fora da caridade não há salvação é a conseqüência do princípio de igualdade perante Deus e da liberdade de consciência. Tendo-se esta máxima por regra, todos os homens são irmãos, e seja qual for a sua maneira de adorar o Criador, eles se dão às mãos e oram uns pelos outros. [...]"

"Nem todos os que me dizem Senhor, Senhor, entrarão no Reino dos Céus, mas somente o que faz a vontade de meu Pai, que está nos Céus”. [...] Será bastante dizer:“ Sou cristão ”, para seguir o Cristo? Procurai os verdadeiros cristãos e os reconhecereis pelas suas obras. “Uma árvore boa não pode dar maus frutos, nem uma árvore má dar bons frutos”. – “Toda árvore que não der bons frutos será cortada e lançada no fogo”. – Eis as palavras do Mestre. Discípulos do Cristo, compreendei-as bem! [...]"


Muito se especula sobre o que é a verdade e sobre quem a detém. Muitos grupos alegam serem os possuidores exclusivos da verdade e da salvação.

Seguindo esta linha de pensamento, todo…

Provas voluntárias

"26 – Perguntais se é permitido abrandar a vossas provas. Essa pergunta lembra estas outras: É permitido ao que se afoga procurar salvar-se? E a quem se espetou num espinho, retirá-lo? Ao que está doente, chamar um médico? As provas têm por fim exercitar a inteligência, assim como a paciência e a resignação. Um homem pode nascer numa posição penosa e difícil, precisamente para obrigá-lo a procurar os meios de vencer as dificuldades. O médico consiste em suportar sem murmurações as conseqüências dos males que não se podem evitar, em preservar na luta, em não se desesperar quando não se sai bem, e nunca em deixar as coisas correrem, que seria antes preguiça que virtude.

Essa questão nos conduz naturalmente a outra. Desde que Jesus disse: “Bem-aventurados os aflitos”, há mérito em procurar as aflições, agravando as provas por meio de sofrimentos voluntários? A isso responderei muito claramente: Sim, é um grande mérito, quando os sofrimentos e as privações têm por fim o bem do próximo…

Em um mundo de aparências, muitos parecem e poucos de fato são.

"1 – Porque não é boa a árvore a que dá maus frutos, nem má árvore a que dá bons frutos. Porquanto cada árvore é conhecida pelo seu fruto. Porque nem os homens colhem figos dos espinheiros, nem dos abrolhos reivindicam uvas. O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem; e o homem mau, do mau tesouro tira o mal. Porque, do que está cheio o coração, disso é que fala a boca. (Lucas, VI: 43-45)."

Em um mundo cada vez mais baseado em aparências, as pessoas tornam-se cada vez mais ocas e superficiais.

Muitos esforçam-se em parecer ser pessoas que idealizaram como ideais, porém nenhum valor atribuem a si mesmas.

Com o desenvolvimento das redes sociais, torna-se cada vez mais frequente a criação de pessoas fictícias, que apenas compartilham o nome com as pessoas reais. Fotos modificadas, personalidades forjadas, ostentação de bens que não se possui, tudo isso inunda as redes e caracteriza a realidade de nossos dias.

Onde foram parar os valores e as coisas que realmente imp…

A Torre de Babel da atualidade

Sempre olhamos para a história da Torre de Babel como apenas um conto antigo. Nesta história, os homens planejavam construir uma torre para chegar até o céu (a "morada" de Deus) e como punição foram dividos com a criação dos vários idiomas, que impossibilitaram que se entendessem e concluíssem o projeto.

É de fato surpreendente como esta história pode se tornar uma parábola nos dias de hoje. Mas o que seria então essa torre?

Podemos ver claramente a torre como o orgulho.

A cada dia nos vemos mais como "superiores" ao nosso próximo, sempre nos vendo como melhores do que os outros, e talvez até merecendo um altar para sermos reverenciados por nossa magnitude.

Estamos sempre certos e os outros errados. Somos sempre melhores que os outros em tudo o que fazemos. Só nós conseguimos ver a verdade e ter o conhecimento das coisas.

E esse orgulho que nos cega, traz a divisão.

Passamos a olhar para os outros, a fazer comparações e identificamos o quanto os outros são diferent…

Os laços de família

É na família que se encontram os maiores desafios evolutivos.

Podemos mudar de escola, de trabalho, de cidade, mas estaremos sempre ligados à mesma família.

A vida em suas idas e vindas, suas reviravoltas, sempre faz com que mesmo as mais dispersas famílias voltem a ficarem próximas, sempre que necessário.

E é justamente aí, principalmente dentro do lar, que precisamos trabalhar as nossas virtudes.

É muito fácil ser bom e caridoso na rua, com estranhos, pois estamos apenas vendo o seu melhor lado.

Mas dentro do lar, precisamos conviver com o lado bom e o lado ruim das pessoas. Aí então percebemos o tamanho do desafio que teremos pela frente.

Tratar bem quem nos trata bem, isso até os Fariseus faziam. Mas tratar bem quem nos trata mal, eis o desafio.

Se queremos de fato sermos pessoas melhores e nos desenvolvermos como espíritos, torna-se imprescindível aprender a pagar o mal com o bem. Dar a outra face.

Muitas pessoas preocupam-se em saber se possuem um "resgate" com fulano …

Você já amou hoje?

Momento de reflexão:


Quantas vezes você elogiou alguém hoje?

Quantas vezes você disse "obrigado"?

Quantos sorrisos você deu?

Quantos abraços?

Para quantas pessoas você disse que elas são importantes na sua vida?

Quantas pessoas você perdoou hoje?

Quantas vezes você teve empatia pelo próximo?

Quantas vezes você de bom grado ofereceu ajuda a alguém?

Você falou com os seus pais/filhos hoje? E disse que lhes ama?

Quantas vezes você fez um esforço para não ficar bravo com alguém?


Certamente que cada um desses atos sozinhos não constituem de amor. Mas quando conseguimos incorporá-los em nosso dia-a-dia, mais próximos chegamos do objetivo de amar ao próximo.

Não tenha dúvidas, existe amor no seu coração. Mas você precisa se permitir amar. Se você trancar o seu coração dentro de um cofre, torna-se impossível espalhar esse amor.

Permita-se. Liberte esse coração cheio de amor, para que ele possa irradiar esse calor, aquecendo todos os corações sofridos, tristes e endurecidos.

E eu ten…

O que há dentro de você?

Vemos nos filmes e seriados de época os antigos cristãos condenando os hereges à pena de morte. Onde estava o mandamento: "não matarás"?

Ai de quem perturbasse aqueles que estavam nas capelas! Na maioria das vezes conspirando, tratando de outros assuntos, cochichando sobre tal ou tal pessoa.

Assim como os fariseus da época de Jesus, essas pessoas praticavam os atos exteriores de devoção, mas não os interiores. Como foi com os fariseus, foi com os cristãos, e é até hoje com todas as religiões (inclusive com os espíritas).

Desperdiçamos nossa energia em coisas exteriores, que na maioria das vezes não tem sentido nenhum. Fazemos tudo para que o nosso exterior seja maravilhoso. E o nosso interior resta negligenciado.

Por mais que possuíssemos a beleza, a fortuna, a fama, o prestígio, o poder, e tudo aquilo que a sociedade materialista mais estima, sem trabalhar o nosso interior, não seremos mais do que vasos de porcelana ornamentada, porém repletos de lixo.

Todas as religiões se…

Queremos saber a sua opinião!

Olá amados leitores!

Antes de mais nada, gostaria de agradecer a todas as visitas que vocês fazem a este humilde blog. Este espaço que desde 2012 está aqui, com o intuito de ser um recanto para todos os que procuram conhecer e entender melhor a Doutrina Espírita, bem como os ensinamentos de Jesus.

Fazemos sempre o maior esforço para nos mantermos fiéis aos nossos dois objetivos iniciais: explicar de maneira clara tudo o que o Espiritismo ensina, e promover as reflexões que toquem nos corações de todos.

Porém, pode ser que com isso, acabamos deixando de lado temas que são do seu interesse.

Por isso queremos saber, que temas vocês gostariam de ver aqui no blog?

Parábolas? Temas da atualidade? Ciência e religião? Transição planetária? Ou talvez determinado tema que é difícil de entender?

Nossa seção de comentários está sempre disponível, e pedimos que enviem suas sugestões. Para quem preferir, também temos o nosso endereço de e-mail: aprendizesdavidaeterna@gmail.com .

Queremos que vocês …

Ventos de mudança

Deixemos de ser robôs programados por nós mesmos, por nossos pensamentos negativos, depressivos e repetitivos.

Deixemos de jogar a culpa de nossa infelicidade nos outros. Vamos sair desse padrão que nós mesmos criamos. Necessitamos criar novos padrões, padrões positivos, com sentido, com felicidade, com amor.

Nós somos potências criadoras. Não esperemos por anjos descendo dos céus com suas trombetas zunindo a chegada do Criador para que as coisas mudem. Nós somos os criadores de nossos mundos, de nossa mente, de nossa paz, de nossa harmonia, de nossa vida! Nós é que atraímos as coisas boas e más! Escolhamos as boas, As saudáveis, as benéficas para nós!

Deixemos de viver no mesmismo! Chega! É tempo de mudar, de criar novos pensamentos, novas ações, novos destinos! Deixemos de ser os coitadinhos, os infelizes, os renegados! Achar que nada tem sentido, que a vida é cinza, que não temos futuro.

Se podemos ser tudo o que sempre quisemos ser, porque ser o oposto? Qual a vantagem disso?

O …

Nem todo o que diz "Senhor! Senhor!" entrará no Reino dos Céus

"6 – Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos Céus, mas sim o que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus, esse entrará no Reino dos Céus. Muitos me dirão, naquele dia: Senhor, Senhor, não é assim que profetizamos em teu nome, e em teu nome expelimos os demônios, e em teu nome obramos muitos prodígios? E eu então lhes direi, em voz bem inteligível: Pois eu nunca vos conheci; apartai-vos de mim, os que obrais a iniqüidade. (Mateus, VII: 21-23).

7 – Todo aquele, pois,que ouve estas minhas palavras, e as observa, será comparado ao homem sábio, que edificou a sua casa sobre a rocha. E veio a chuva, e transbordaram os rios, e assopraram os ventos, e combateram aquela casa, e ela não caiu, porque estava fundada sobre a rocha. E todo o que ouve estas minhas palavras, e não as observa, será comparado ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. E veio a chuva, e transbordaram os rios, e assopraram os ventos, e combateram aquela casa, e ela caiu, e foi …

Você é o que você pensa!

O espírito é o princípio inteligente do universo.

Somos seres espirituais. Portanto, nos manifestamos através da inteligência, tendo como veículo o pensamento.

O pensamento cria, transporta, interliga, transforma. E mesmo quando estamos encarnados em um corpo, o pensamento continua tendo papel importantíssimo em todas as nossas atuações, mesmo que sendo limitadas em alguns aspectos.

Mesmo que não possamos usar o pensamento como método de deslocamento, criação, interligação e transformação (como poderíamos fazer se estivéssemos desencarnados), ainda assim conservamos os potenciais dessas habilidades.

Quem já fez meditação e imaginou um cenário com natureza, provavelmente conseguiu sentir o toque do vento, o gelado da água, talvez os aromas do ambiente. Não deixa de ser esse um tipo de transporte?

E quem nunca experienciou aquela situação onde estava pensando em alguém e derrepente o telefone toca e é a própria pessoa? Não é esse um tipo de interligação?

E quanto aos potenciais criativ…

Auto-amor e auto-perdão

Jesus ensinou em seu mandamento a "amar ao próximo como a si mesmo".

E se eu não me amo? Como amarei ao próximo?


Em um momento na história da humanidade onde o narcisismo impera, falta o auto-amor.

Para facilitar o entendimento:

- Narcisismo é o ato de venerar a si mesmo e à sua própria imagem. Nada mais é do que o orgulho e o egoísmo em valores estratosféricos, disfarçados de auto-estima elevada.

Indivíduos doentes da alma, carentes de amor e de aprovação, entregam-se a vaidade fútil, na esperança de serem aprovados e valorizados pelos outros. Concentram tanto seus esforços no exterior que o interior fica cada vez mais vazio, ao ponto que uma vaidade exacerbada facilmente conduz a idolatria não só da própria imagem, mas também do personagem idealizado que se criou como representação própria.


- Auto-amor é o ato de amar a si mesmo, compreendendo as suas imperfeições e dedicando-se a corrigi-las. Não é possível amar quando se tem orgulho e egoísmo, e é por isso que se faz nec…

Bênçãos, curas, milagres e o merecimento

Um assunto que sempre foi motivo de discussão, desde a época de Jesus são as curas "espirituais" e/ou milagres.

Fenômenos considerados inexplicáveis, em que as leis da natureza parecem ser distorcidas. Onde um "agente invisivel" parece atuar para realizar determinada proeza que as leis conhecidas da ciência consideram como impossível.

A fim de simplificar o assunto, vamos construir o raciocínio de maneira progressiva:

1 - Somos espíritos imortais, criados simples e ignorantes por Deus, para através das encarnações adquirimos o conhecimento e a moralidade necessários para atingirmos um dia a perfeição (e não mais necessitar encarnar).

2 - O universo espiritual existe antes de o universo material vir a existir. Sendo que o primeiro sempre imprime sua influência sobre o segundo. É o espírito que atua sobre a matéria, tomando-a como instrumento, jamais o contrário.

3 - Jesus, sendo um espírito perfeito de grande magnitude, detém todo o conhecimento necessário para mani…

Pare de sofrer por antecipação!

Assim como existem hábitos que causam doenças físicas, também existem os hábitos que causam as enfermidades mentais e emocionais.

A sobrecarga mental leva ao esgotamento e por consequência ao estresse. A sobrecarga emocional leva à depressão e ao pânico. A mente hiperativa sofre com a ansiedade.

E o que isso nos revela?

Que não sabemos lidar com as nossas emoções e com os nossos pensamentos.

Mas não há necessidade de pensar se somos os culpados disso ou não. Porque nos falta o conhecimento para tal.

Aprendemos na escola o conhecimento intelectual. A sociedade e o mercado de trabalho valorizam a inteligência e a capacidade de alguém usar essa inteligência para gerar riquezas com a maior eficácia possível.

Emoções? Pensamentos? Ninguém tem tempo para essas coisas "de hippie". Pelo menos não até que sofra os efeitos da sua imprevidência.

Somos espíritos usando um corpo e não corpos que possuem espíritos. Isso significa que a saúde da alma deveria estar em primeiro lugar, visto …

O que é essa tal transição planetária de que tanto se fala?

Ouve-se por toda a parte esse assunto: transição planetária. Mas o que é isso?

Quem já acessa o blog a algum tempo sabe que somos seres imateriais, espíritos temporariamente habitando um corpo, encarnados na Terra com a missão de evoluir e progredir na nossa jornada espiritual.

Como já falamos em nossos estudos sobre a Lei do Progresso, toda a obra da criação divina deve sempre evoluir. Tudo sempre é direcionado ao progresso e, por mais que esse seja às vezes atrasado, jamais pode ser impedido.

Assim como os seres espirituais, os planetas também precisam evoluir. Não que seja necessário que os orbes evoluam, mas sim a coletividade de espíritos que os habitam.


Assim como há espíritos em diferentes graus evolutivos, também há planetas em diferentes graus evolutivos, comportando cada qual seres do nível equivalente. A saber:

- Mundos primitivos: onde os espíritos iniciam a sua jornada na forma humana, ainda guiados quase que completamente pelos instintos, visto que sua inteligência ainda…

Por que tememos as mudanças?

A maioria de nós treme ao ouvir a palavra "mudança".

Mudar significa sair de um cenário que estamos acostumados para um completamente novo. Por que isso nos assusta tanto?

Durante milênios, nosso instinto de conservação nos permitiu sobreviver em um mundo hostil, até que nossa inteligência fosse desenvolvida suficientemente para assumir o controle.

Porém por mais que nossa inteligência tenha se desenvolvido, continuamos agarrados a muitos instintos, principalmente ao de conservação.

Para quem tenta sobreviver em uma situação hostil, mudar torna-se altamente perigoso. Quanto mais utilizarmos as técnicas e conhecimentos que já estão plenamente assimilados, melhores são as nossas chances de sucesso.

Muito tempo se passou, e hoje o mundo é completamente diferente. Vivemos na era da informação e temos acesso a todo o conhecimento do mundo, se assim desejarmos. Nunca foi tão fácil e rápido aprender algo como nos dias hoje.

Então percebemos que mudar não é algo ruim. Mas ainda ass…

A ingratidão dos filhos e os laços de família

Hoje trazendo aos leitores esta pérola do Evangelho, acrescentando um breve comentário ao final:

"A Ingratidão dos Filhos e os Laços de Família

9 – A ingratidão é um dos frutos mais imediatos do egoísmo, e revolta sempre os corações virtuosos. Mas a dos filhos para com os pais tem um sentido ainda mais odioso. É desse ponto de vista que a vamos encarar mais especialmente, para analisar-lhe as causas e os efeitos. Nisto, como em tudo, o Espiritismo vem lançar luz sobre um dos problemas do coração humano.

Quando o Espírito deixa a Terra, leva consigo as paixões ou as virtudes inerentes à sua natureza, e vai no espaço aperfeiçoar-se ou estacionar, até que deseje esclarecer-se. Alguns, portanto, levam consigo ódios violentos e desejos de vingança. A alguns deles, porém, mais adiantados, é permitido entrever algo da verdade: reconhecem os funestos efeitos de suas paixões, e tomam então boas resoluções; compreendem que, para se dirigirem a Deus, só existe uma senha – caridade. Mas não há…

Como (e por que) me tornei espírita

Desde muito jovem sempre tive interesse pelo desconhecido. Assuntos tais como fantasmas e alienígenas sempre despertaram uma grande curiosidade em mim.

Com o início da internet, surgiram vários sites tratando de "ocultismo", fazendo um apanhado de todo o tipo de assunto, desde mensagens subliminares, teorias da conspiração, abduções, até aparições de fantasmas e histórias de casas mal-assombradas.

E isso me levou à minha primeira conclusão:

1 - Existem coisas ocultas no mundo. Não sei quantas, não sei quais, mas de todas essas coisas, pelo menos uma deve ser verdade.

À medida que fui crescendo, fui me distanciando da religião em que fui criado, pois por mais que eu acreditasse em Deus, eu não gostava do resto do pacote que vinha com a religião. Mais ainda, comecei a me dar conta da desconexão entre o discurso e as atitudes.

E isso me levou à minha segunda conclusão:

2 - Deus existe e é todo poderoso, e posso acreditar nele sem depender de nenhuma religião.

E por muito tempo…

Orgulho, humildade e perdão

Nenhuma pessoa é totalmente ruim. Todos nós temos um lado bom, por menor que seja.

O que acontece é que as virtudes e os defeitos estão sempre em uma gangorra: quanto mais se tem de um defeito, menos se tem da virtude oposta.

Por exemplo, quem é muito orgulhoso, pouco espaço deixa para a humildade.
Já indo ao contrário, quem é humilde, pouco espaço deixa para o orgulho.

E assim acontece que na maioria das vezes deixamos os nossos defeitos ofuscarem as nossas virtudes. Porque para os defeitos tomarem conta, basta não fazer nada.

As virtudes necessitam de ação. Necessitam de uma força ativa a lhes impulsionar, tal qual plantinhas que precisam de sol, água e nutrientes para se desenvolverem. Mas se não cuidarmos do solo, nem regarmos, nem expormos à quantidade correta de sol, essas plantas morrerão.

O orgulho é a pior das falhas morais, porque ele obscurece a nossa visão, não permitindo que percebamos os nossos defeitos e direcionando a nossa atenção para coisas supérfluas e desnecessári…

Uma grande virtude chamada beneficência

"13 – Chamo-me Caridade, sou o caminho principal que conduz a Deus; segui-me, porque eu sou a meta a que vós todos deveis visar.

Fiz nesta manhã o meu passeio habitual, e com o coração magoado venho  dizer-vos: Oh, meus amigos, quantas misérias, quantas lágrimas, e quanto tendes de fazer para secá-las todas! Inutilmente tentei consolar as pobres mães, dizendo-lhes ao ouvido: Coragem! Há corações bondosos que velam por vós, que não vos abandonarão; paciência! Deus existe, e vós sois as suas amadas, as suas eleitas. Elas pareciam ouvir-me e voltavam para mim os seus grandes olhos assustados. Eu lia em seus pobres semblantes que o corpo, esse tirano do Espírito, tinha fome, e que, se as minhas palavras lhes tranqüilizam um pouco o coração, não lhes saciavam o estômago. Então eu repetia: Coragem! Coragem! E uma pobre mãe, muito jovem, que amamentava uma criancinha, tomou-a nos braços e ergueu-a no espaço vazio, como para me rogar que protegesse aquele pobre e pequeno ser, que só encon…