Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

A beneficência

Hoje vamos falar sobre essa maravilhosa e fundamental virtude que é a beneficiência.

"12 – Sede bons e caridosos: eis a chave dos céus, que tendes nas mãos. Toda a felicidade eterna se encerra nesta máxima: “Amai-vos uns aos outros”. A alma não pode elevar-se às regiões espirituais senão pelo devotamento ao próximo; não encontra felicidade e consolação senão nos impulsos da caridade. Sede bons, amparai os vossos irmãos, extirpai a horrível chaga do egoísmo. Cumprido esse dever, o caminho da felicidade eterna deve abrir-se para vós. Aliás, quem dentre vós não sentiu o coração pulsar,crescer sua alegria interior, ao relato de um belo sacrifício, de uma obra de pura caridade? Se buscásseis apenas o deleite de uma boa ação, estaríeis sempre no caminho do progresso espiritual. Exemplos não vos faltam; o que falta é a boa vontade, sempre rara. Vede a multidão de homens de bem, de que a vossa história evoca piedosas lembranças.

O Cristo não vos disse tudo o que se refere a essas virtudes …

Somos apenas turistas...

Gosto muito do Dalai Lama porque além de sempre procurar transmitir uma mensagem de paz, compaixão e amor, ele o faz de maneira que qualquer pessoa possa compreender, independentemente de suas crenças ou de sua nacionalidade.

Abaixo, temos mais um exemplo disso:

"Estamos todos aqui nesse planeta, por assim dizer, como turistas. Nenhum de nós pode morar aqui para sempre. O maior tempo que podemos ficar são aproximadamente cem anos. Sendo assim, enquanto estamos aqui, deveríamos procurar ter um bom coração e fazer de nossas vidas algo de positivo e útil.

Quer vivamos poucos anos ou um século inteiro, seria lamentável e triste passar esse tempo agravando os problemas que afligem as outras pessoas, os animais e o ambiente. O mais importante de tudo é ser uma boa pessoa."
Dalai Lama

Quanta sabedoria em poucas palavras. Se não soubéssemos que se trata de um monge budista, certamente diríamos que é um espírita falando.

Essas palavras nos trazem uma profunda reflexão sobre o que temos …

A missão dos espíritas

Post correspondente ao dia 15/03.

"4 – Não percebeis desde já a formação da tempestade que deve assolar o Velho Mundo, e reduzir a nada a soma das iniqüidades terrenas? Ah, bendizei o Senhor, vós que tendes fé na sua soberana justiça, e que, novos apóstolos da crença revelada pelas vozes proféticas superiores, ides pregar o dogma novo da reencarnação e da elevação dos Espíritos, segundo o bom ou mau desempenho de suas missões e a maneira porque suportaram as suas provas terrenas. Deixai de temores! As línguas de fogo estão sobre as vossas cabeças. Oh, verdadeiros adeptos do Espiritismo: vós sois os eleitos de Deus! Ide e pregai a palavra divina. É chegada a hora em que devem sacrificar os vossos hábitos, os vossos trabalhos, as vossas futilidades, à sua propagação. Ide e pregai: os Espíritos elevados estão convosco. Falareis, certamente, a pessoas que não quererão escutar a palavra de Deus, porque essa palavra os convida incessantemente ao sacrifício.

Pregareis o desinteresse aos a…

Paciência não se perde

Post correspondente ao dia 12/03.

"É muito comum ouvirmos esta exclamação: perdi a paciência! Como sabem, porém, que perderam a paciência? Porque quando precisaram daquela virtude para se manterem calmos e serenos não a encontraram consigo, e, por isso, exasperaram-se, praticaram desatinos, proferiram impropérios e blasfêmias?

Só pelo fato de não encontrarem em seu patrimônio moral aquela virtude, alegam logo que a perderam. Como poderiam, porém, perder o que não possuíam?

Será melhor que os homens se convençam de que eles não têm paciência, que ainda não alcançaram essa preciosa qualidade que, no dizer do Mestre insigne, é a que nos assegura a posse de nós mesmos: Pela paciência possuireis as vossas almas.

E não pode haver maior conquista que a conquista própria. Já alguém disse, com justeza, que o homem que se conquistou a si mesmo vale mais que aquele que conquistou um reino. Os reinos são usurpados mediante o esforço e o sangue alheio, enquanto que a posse de si mesmo só pode adv…

Tratar ao próximo como gostaríamos de ser tratados

"4 – “Amar ao próximo como a si mesmo; fazer aos outros como quereríamos que nos fizessem”, eis a expressão mais completa da caridade, porque ela resume todos os deveres para com o próximo. Não se pode ter, neste caso, guia mais seguro, do que tomando como medida do que se deve fazer aos outros, o que se deseja para si mesmo. Com que direito exigiríamos de nossos semelhantes melhor tratamento, mais indulgência, benevolência e devotamento, do que lhes damos? A prática dessas máximas leva à destruição do egoísmo. Quando os homens as tomarem como normas de conduta e como base de suas instituições, compreenderão a verdadeira fraternidade, e farão reinar a paz e a justiça entre eles. Não haverá mais ódios nem dissensões, mas união, concórdia e mútua benevolência."
(O evangelho segundo o espiritismo, capítulo 11 - item 4)

Quando fores falar mal do teu vizinho, pensa se gostarias que falassem mal de ti.
Quando fores bater em quem esbarrou tem ti, pensa se gostarias que batessem em ti…

O reclamismo e o pessimismo são grandes inimigos

Estes são dois problemas que afetam uma grande parcela das pessoas: o reclamismo e o pessimismo.

O reclamista é aquele que acha tudo ruim, nada é bom o suficiente. Por melhores que as coisas sejam, sempre acham algum modo de reclamar de alguma coisa. Isso é também um vício. O reclamista torna-se infeliz, porque só vê o lado ruim das coisas e nada o contenta.

O pessimista é aquele que acha tudo difícil e impossível. Só pensa nas chances de algo dar errado, e de certa forma chega a torcer para que dê errado, pois assim pode satisfazer-se em ter acertado. É também um vício. O pessimista torna-se infeliz, porque só vê dificuldades e fracassos. Por mais que obtenha uma vitória, fica sempre esperando o pior que, na sua imaginação, certamente virá depois.

Essas duas condutas, que podem ser separadas ou combinadas, causam uma grande infelicidade, e o pior, por vontade própria. Não sendo suficiente o prejuízo que causam a si mesmos, os reclamistas e os pessimistas criam em torno de si uma atmos…

A virtude

Post correspondente ao dia 01/03.

"8 – A virtude, no seu grau mais elevado, abrange o conjunto de todas as qualidades essenciais que constituem o homem de bem. Ser bom, caridoso, trabalhador, sóbrio, modesto, são as qualidades do homem virtuoso. Infelizmente, são quase sempre acompanhadas de pequenas falhas morais, que as deslustram e enfraquecem. Aquele que faz alarde de sua virtude não é virtuoso, pois lhe falta a principal qualidade: a modéstia, e sobra-lhe o vício mais oposto: o orgulho.  A virtude realmente digna desse nome não gosta de exibir-se. Temos de adivinhá-la, mas ela se esconde na sombra, foge à admiração das multidões. São Vicente de Paulo era virtuoso. O digno Cura de Ars era virtuoso. E assim muitos outros, pouco conhecidos do mundo, mas conhecidos de Deus. Todos esses homens de bem ignoravam que eram virtuosos. Deixavam-se levar pela corrente das suas santas inspirações, e praticavam o bem com absoluto desinteresse  completo esquecimento de si mesmos.

É para es…

As oportunidades de aprendizado estão em todas as ocasiões

Post correspondente ao dia 26/02.


Concordamos que as pessoas amadurecem com a idade. Tanto é que antigamente os anciãos eram os mais respeitados em várias culturas, justamente por sua grande sabedoria.

Mas o que é essa sabedoria? É algum poder mágico que a velhice traz?

A sabedoria é fruto do aprendizado que ganhamos com a experiência. Quanto mais passamos por variadas situações, vamos aprendendo com cada uma delas.

Só que um sábio não é necessariamente uma pessoa que viveu muito, mas sim uma pessoa que aprendeu muito com o que viveu. Pode-se aprender pouco em muito tempo  ou pode-se aprender muito em pouco tempo.

Mas quem decide isso?

Nós que decidimos!

A vida nos traz diariamente um turbilhão de situações e acontecimentos. Podemos deixar isso passar despercebido ou podemos aproveitar isso para o nosso crescimento.

Para os espíritas, que visam progredir espiritualmente, é fundamental estar sempre atento para tudo o que nos acontece.

Quando algo ruim nos acontece, devemos lembrar que …