Últimos Posts:

Últimos posts

terça-feira, 15 de março de 2016

[Leis morais] A Lei do Trabalho

Dando continuidade ao nosso estudo das Leis Morais, hoje abordaremos a Lei do Trabalho.



O trabalho é o emprego de nossos recursos físicos e/ou mentais em atividades úteis e benéficas, tanto para nós quanto para a sociedade que nos rodeia.

Deus fez disso uma lei, pois seria impossível alcançar o progresso sem o trabalho.

Imaginemos que se os homens das cavernas tivessem preguiça de caçar, provavelmente não haveria humanidade.

Na natureza tudo funciona porque há atividade. Movimento é vida, estagnação é degeneração e morte.

O homem quando emprega suas forças físicas ou mentais em determinada atividade, estimula o desenvolvimento de suas habilidades e faculdades, promovendo assim o seu crescimento. Como diz o ditado: "a prática leva à perfeição". Não poderia ser mais correto.

Como seria o mundo hoje sem o esforço que foi feito no passado para dominar a metalurgia, a energia a vapor, a energia elétrica, a indústria, a informática, e tantas outras disciplinas que culminaram no mundo hoje tão rápido e dinâmico?

Que seria da medicina sem os avanços promovidos pela ciência na descoberta dos microorganismos, a evolução do diagnóstico, do tratamento e da prevenção das doenças?

E a sociedade sem leis, sem civilidade, sem economia, sem política?

Tudo o que há de bom no mundo (ou pelo menos melhor do que o passado) é fruto da atividade útil que foi realizada pela humanidade ao longo das eras.

Tudo o que ainda há de ruim no mundo, mostra todo o trabalho que precisa ser feito.

A Lei do Trabalho nos aponta que devemos trabalhar no limite de nossas forças. Ou seja: utilizar nossa energia ocupando-nos de atividades úteis e benéficas, para nós e para o próximo.

Entretanto não podemos negligenciar o repouso, que consiste no descanso e no lazer, a fim de que possamos recuperar as nossas energias.

Seguem abaixo algumas das questões mais relevantes desta lei:

"674. A necessidade do trabalho é uma lei da Natureza?

— O trabalho é uma lei da Natureza, e por isso mesmo é uma necessidade. A civilização obriga o homem a trabalhar mais, porque aumenta as suas necessidades e os seus prazeres.

675. Só devemos entender por trabalho as ocupações materiais?

— Não; o Espírito também trabalha, como o corpo. Toda ocupação útil é trabalho.

676. Por que o trabalho é imposto ao homem?

— É uma conseqüência da sua natureza corpórea. E uma expiação e ao mesmo tempo um meio de aperfeiçoar a sua inteligência. Sem o trabalho o homem permaneceria na infância intelectual; eis porque ele deve a sua alimentação, a sua segurança e o seu bem-estar ao seu trabalho e à sua atividade. Ao que é de físico franzino. Deus concebeu a inteligência para o compensar; mas há sempre trabalho.


678. Nos mundos mais aperfeiçoados, o homem é submetido à mesma necessidade de trabalho?

— A natureza do trabalho é relativa à natureza das necessidades; quanto menos necessidades materiais, menos material é o trabalho. Mas não julgueis, por isso, que o homem permanece inativo e inútil; a ociosidade seria um suplício, em vez de ser um benefício.


679. O homem que possui bens suficientes para assegurar sua subsistência está liberto da lei do trabalho?

— Do trabalho material, talvez, mas não da obrigação de se tornar útil na proporção de seus meios, de aperfeiçoar a sua inteligência ou a dos outros, o que é também um trabalho. Se o homem a quem Deus concedeu bens suficientes para assegurar sua subsistência não está obrigado a comer o pão com o suor da fronte, a obrigação de ser útil a seus semelhantes é tanto maior para ele, quanto a parte que lhe coube por adiantamento lhe der maior lazer para fazer o bem


Que consigamos então ter o bom-senso de aplicarmos nossas energias em atividades úteis em detrimento das infrutíferas, bem como dosar nosso repouso de acordo.

Assim, conseguiremos ser mais produtivos em nossa própria vida e elementos benéficos na sociedade.


Leitura complementar:
A Lei do Trabalho (em O Livro dos Espíritos)

Todos os posts da série Leis Morais:

- Falando sobre as Leis Morais
- A Lei Divina ou Lei Natural
- A Lei de Adoração
- A Lei do Trabalho
- A Lei de Reprodução


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário acerca do post acima.