quarta-feira, 30 de maio de 2018

A Parábola do Bom Samaritano (com vídeo)

"Um homem, que descia de Jerusalém para Jericó, caiu nas mãos de ladrões que o despojaram, cobriram-no de feridas e se foram, deixando-o semi-morto. Aconteceu, em seguida, que um sacerdote descia pelo mesmo caminho e tendo-o percebido passou do outro lado. Um levita, que veio também para o mesmo lugar, tendo-o considerado, passou ainda do outro lado. 

Mas um Samaritano que viajava, chegando ao lugar onde estava esse homem, e tendo-o visto, foi tocado de compaixão por ele. Aproximou-se, pois, dele, derramou óleo e vinho em sua feridas e as enfaixou; e tendo-o o colocado sobre sue cavalo, conduziu-o a uma hospedaria e cuidou dele. No dia seguinte, tirou duas moedas e as deus ao hospedeiro, dizendo: Tende bastante cuidado com este homem, e tudo o que despenderdes a mais, eu vos restituirei no meu regresso."

A parábola do Bom Samaritano nos lembra que devemos praticar o bem sem olhar a quem. A caridade sincera, repleta de amor e sem esperar nada em troca, da qual Jesus tanto falava.

Infelizmente, pensamos muito se devemos ajudar ou não, ou pior ainda, julgamos a pessoa em vez de ajudá-la. E eis que muitas vezes pessoas com profundo conhecimento do evangelho deixam de praticar o bem, como o sacerdote e o levita fizeram.

Devemos ser como o samaritano, que assim que avistou o ferido, tratou de ajudar-lhe. Sem mensurar esforços ou as despesas que teria, ele simplesmente foi até o homem e o acudiu. Não bastando isso, o levou até a hospedaria e cuidou dele a noite inteira.

E eis que o samaritano, repleto de amor e bondade, deixou pagas as despesas do homem ferido, e ainda comprometeu-se com o hospedeiro a cobrir todas as demais despesas, a fim de garantir que o homem receberia o melhor tratamento possível.

Da mesma forma, nós também podemos ser como este bom samaritano. Nós também podemos fazer o bem sem pestanejar e sem medir esforços.

E se desejamos ser verdadeiros seguidores do Cristo, esta é a única maneira de proceder, pois Jesus em incontáveis vezes foi ao socorro de todos os que necessitavam de ajuda, e jamais esperou nada em troca.


Para concluir, vamos inserir este maravilhoso vídeo do irmão Haroldo Dutra Dias fazendo uma profunda análise desta parábola, nos mostrando que estas breves palavras de Jesus estavam carregadas com um profundo significado:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário acerca do post acima.