Últimos Posts:

Últimos posts

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Tudo acontece no momento certo

O ser humano em sua maioria vive em uma realidade imediatista, do tipo "eu quero e quero agora".

Uma das causas disso é o ritmo da vida moderna repleta de tecnologia e respostas rápidas para tudo. O mundo globalizado está sempre com pressa e se torna "necessário" que tudo esteja pronto "para ontem".

Além das influências do meio, há também a nossa dose de impaciência.

E disso acarreta uma das mais famosas reclamações:

- Porque as coisas não acontecem como e quando queremos?

Para chegarmos nessa resposta precisamos avaliar dois importantes pontos:

1 - Estamos fazendo tudo o que está ao nosso alcance?

É muito fácil reclamar sem fazermos nada para atingir os nossos objetivos. Quantas pessoas conhecemos que vivem dizendo "quero comprar um carro, mas não consigo" e que em vez de economizar para atingir ao seu objetivo ficam esbanjando em outras coisas menos importantes?

Ou então aquele que reclama por não passar no vestibular, mas em vez de estudar usa o tempo para festas e outras distrações, ou se estuda, será que tem estudado o suficiente para superar a pontuação dos outros candidatos?

Não há como as coisas acontecerem sem que façamos a nossa parte. Nada cai do céu, nem mesmo se passarmos dias e dias rezando. Para tudo é necessário o nosso esforço e a nossa dedicação.

Quanto maior é o objetivo, maior será a determinação necessária para atingi-lo.

2 - Será que o momento é realmente o melhor para que isso aconteça?

Algumas pessoas acreditam no conceito de "destino". Na visão espírita, sabemos que todos os grandes acontecimentos tem uma época planejada para acontecerem (de maneira a colaborar com o nosso aprendizado) e que todos esses acontecimentos são influenciados por nossas escolhas e ações.

Ou seja, os eventos não estão descritos como itens em uma lista com datas, da qual se é impossível fugir.

Mas sim existem tópicos a acontecer em determinadas épocas, podendo acontecer mais cedo ou mais tarde (talvez nem acontecerem) de acordo com as nossas escolhas e ações.

Agora vamos exemplificar usando um caso que aconteceu a pouco.

Um grande amigo meu queixava-se de nunca conseguir comprar um imóvel na praia (sonha a anos com isso). Só que recentemente, logo após trocar de carro, ele foi demitido da empresa em que trabalhava. Aí então eu lhe perguntei: "E se tu tivesses comprado o apartamento na praia e trocado de carro, o que faria agora (após ser demitido)?" e ele me respondeu: "Teria de me desfazer de um dos dois".

Teria sido o melhor momento para ele se tivesse comprado o imóvel neste ano? Não estaria agora repleto de preocupações, problemas e dívidas?

Deus sabe o que é melhor para nós e em qual momento. Muitas vezes algo é adiado por razões que não conseguimos compreender, mas que mais tarde passam a fazer o maior sentido.

Conclusão:

Como dizem os chineses, a vida é um rio cheio de curvas e por mais que tentemos, não conseguiremos deixar esse rio reto. O que devemos fazer é seguir o curso sinuoso do rio com paciência e aproveitando a paisagem que cada uma das curvas tem a nos oferecer.

Ou seja: na vida, nem tudo acontece no momento em que queremos que aconteça. Mas podemos ficar tranquilos, se estivermos fazendo a nossa parte, cedo ou tarde atingiremos o nosso objetivo. O momento certo um dia chegará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário acerca do post acima.