Últimos Posts:

Últimos posts

sábado, 27 de abril de 2013

As tendências do espírito encarnado

Todos nós trazemos tendências do nosso passado.

Aquele que foi avarento em uma encarnação passada, nessa tenderá a ser, mesmo que pouco possua.

Aquele que foi alcoólatra, tenderá ao alcoolismo.

E o mesmo procede com os suicidas, que tenderão novamente a abreviar sua vida.

Mas porque isso acontece?

Essas tendências são memórias que estão gravadas (por repetição) em nosso perispírito.

Quando aqui encarnamos, é um de nossos deveres quebrar esse ciclo repetitivo de incorrer sempre nos mesmos erros.

E é por não perceber essa realidade que demoramos tantas encarnações para mudarmos.

É preciso um esforço redobrado para vencer essas más tendências, pois elas são nossos pontos fracos. E tendo, ao final da encarnação, vencido uma ou mais dessas tendências, será uma grande vitória.

Por outro lado, também ficam impregnadas em nós as tendências para o bem. Sabe aquela pessoa que é doce e se dedica quase que integralmente a cuidar dos outros? Essa pessoa já fez tanto o bem em suas últimas encarnações que para ela o bem é uma tendência natural.

Essas tendências todas revelam muito sobre a nossa personalidade e sobre o que fizemos em nossas encarnações passadas.

Só depende de nós quebrarmos esse ciclo das imperfeições e iniciar hoje mesmo o ciclo das virtudes.

Quanto mais nos empenharmos nesta encarnação, mais doce e suave será a próxima.

Não nos esqueçamos, o que plantarmos hoje, colheremos amanhã.

4 comentários:

  1. Excelente texto! O mais difícil é descobrir quais sao as nossas tendências...

    ResponderExcluir
  2. Clarissa,

    Que bom que gostastes do texto.
    Para conhecermos nossas tendências, basta observarmos as nossas ações e prestar atenção em nossos pensamentos. É o famoso "conhece-te a ti mesmo".
    Exemplo: em uma situação de estresse, ficamos calmos ou nos irritamos? Quando vemos alguém em dificuldade, ajudamos ou ficamos indiferentes? Temos tendência a adquirir vícios? Procuramos conviver com os outros ou nos isolarmos? Nos ofendemos com facilidade?
    Isso tudo vão dando indicativos de nossas tendências, seja para o egoísmo, para o orgulho, para a raiva, para os vícios, etc.
    À partir daí, vamos trabalhar para desenvolver as virtudes correspondentes, a fim de erradicar esses defeitos de nós.
    Não é da noite para o dia, mas com perseverança conseguimos.
    E quanto mais nos melhoramos, mais leves e felizes nos sentimos.
    Um grande abraço e obrigado por prestigiar o blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo esclarecimento. Conheci seu blog através do blog "Espírito Imortal".

      Excluir
    2. Bom dia Clarissa!

      O Morel faz um grande trabalho no blog dele (Espírito Imortal). Fico feliz que tenha chegado até aqui.

      Procuramos neste blog, explicar os temas com nossas próprias palavras, a fim de facilitar o entendimento dos iniciantes. Também procuramos trazer sempre o lado da reflexão, pois de nada adianta lermos mil livros se eles não provocarem nenhhuma mudança em nós.

      Tu podes sempre nos enviar perguntas, seja no e-mail do blog, seja nos comentários, e procuraremos esclarecer da melhor maneira possível.

      Agora para 2014 estamos planejando fazer também alguns vídeos.

      Agradeço mais uma vez a tua presença e peço que se puderes, ajude a divulgar o blog, para que mais pessoas possam chegar até essa doutrina transformadora.

      Um grande abraço e um ótimo ano pra ti!

      Excluir

Deixe seu comentário acerca do post acima.